Estado de Goiás

Projetos de Pesquisa

 

Divina Aparecida Leonel Lunas

Titulo: Expansão do Setor Sucroenergético em Goiás: Impactos sobre a utilização do solo e deslocamento da produção de grãos nas mesorregiões goianas.

Descrição: Projeto de pesquisa que tem como objetivo analisar o processo de expansão do setor sucroenergético em Goiás e os impactos sobre a utilização do solo e deslocamento da produção de grãos nas mesorregiões do estado.

 

Dulce Portilho Maciel

Título: Estado militarizado brasileiro (1964-1985) e suas políticas com repercussões no território da região Centro-Oeste

Descrição: O projeto tem em vista investigar, principalmente, as políticas dos governos militares em relação ao setor agrário da economia, em razão deste ter sido eleito, por tais governos, como principal foco das ações planejadas com vistas ao desenvolvimento da região Centro-Oeste. Esclareça-se, no entanto, que numerosas ações concernentes às políticas adotadas para a Amazônia compreendiam vastas extensões da região administrativa na época denominada Centro-Oeste, territórios pertencentes à chamada Amazônia Legal; isto é: os atuais estados de Rondônia e Tocantins e a área do estado de Mato Grosso ao norte do paralelo16o.

 

Glauber Lopes Xavier

Título:A propriedade da terra e a política brasileira na Nova República (1985-2014)

Descrição: Esta pesquisa tem como objetivo maior apreender a política brasileira durante a Nova República a partir da importância representada pela propriedade da terra, seus detentores e representantes políticos no parlamento federal. Consiste em um projeto cuja amplitude abarca três orientações investigativas, quais sejam: a problemática econômica, social e política no tocante à questão agrária recente. Orienta-se teoricamente pelos cânones da Sociologia Rural, da Sociologia Política e da Economia Política, valendo-se, ainda, das contribuições no campo da História Econômica. Intenta investigar as bases da formação da Frente Parlamentar da Agropecuária, a bancada ruralista, com base no papel desempenhado pelas entidades de classe de representação dos interesses dos proprietários de terras, especialmente a União Democrática Ruralista, no bojo das discussões sobre o Plano Nacional de Reforma Agrária (PNRA) e sobre a questão fundiária na Constituinte de 1988. Ocupa-se, ainda, da apreensão da relevância da bancada ruralista nos processos decisórios atinentes à questão agrária contemporânea, mormente o antagonismo instituído pelo enfrentamento às reivindicações do Movimento dos Trabalhadores Rurais sem Terra (MST) e das populações tradicionais e indígenas. No limite, o expediente de pesquisa presta-se à elaboração de reflexões acerca da relação entre a fragilidade da democracia brasileira e o poder emanado das elites agrárias na manutenção de seus privilégios e de uma estrutura fundiária altamente concentradora.

 

José Santana da Silva

Título: Modernização da agricultura e organização sindical no campo em Goiás (1970-1990)

Descrição:  Este projeto de pesquisa tem como tema a relação entre a modernização da agricultura e a expansão das lutas e organização sindical dos trabalhadores rurais em Goiás entre as décadas de 1970 e 1990. Especificamente, propõe-se verificar até que ponto a organização sindical contribui ou amortece a luta dos trabalhadores do campo pela superação da sua condição de classe explorada. Desses propósitos decorre o objetivo geral de explicitar a relação entre a modernização capitalista da agricultura no estado de Goiás e a expansão das lutas e da organização sindical dos trabalhadores rurais, bem como o significado dessa forma de organização para a sua luta pela superação da exploração do seu trabalho.